sexta-feira, 10 de junho de 2016

Espiritualidade Bíblica- O papel do SOFRIMENTO: Deus se esqueceu de mim?



ESPIRITUALIDADE BÍBLICA - O PAPEL DO SOFRIMENTO: DEUS SE ESQUECEU DE MIM?


Se alguém me perguntasse qual é a frase religiosa mais banalizada de todos os tempos, eu responderia imediatamente "Deus é fiel". Não existe coisa mais banal do que a forma como essa expressão é usada. As pessoas acham que passam em provas, concursos e ganham bens materiais porque louvam a Deus e têm uma religião! Eu vou ser logo curto e grosso: essa é a forma de pensar dos pagãos, das pessoas das religiões primitivas. As pessoas da antiguidade, antes da Lei de Moisés ser dada, acreditavam que quando sacrificavam para o deus-de-não-sei-o-quê seriam abençoadas com boas colheitas, chuvas etc., o que era, na época, o meio de sustento daqueles povos.

"O que foi voltará a ser, o que aconteceu, ocorrerá de novo, o que foi feito se fará outra vez; não existe nada de novo debaixo do sol." Eclesiastes 1, 9

Deus deu leis que -- apesar de a grande maioria dos leitores não perceberem, quem ler de forma sutil perceberá -- foram modificando esse pensamento primitivo e egoísta. As festas para agradecer pela colheita ou fazer sacrifícios por mais, por exemplo, foram ressignificadas para "dia da saída do Egito", "dia das cabanas" etc.! Perceba como Deus modificou a cultura das pessoas sutilmente, usando elementos que as pessoas já usavam!

Gente, indo para o ponto principal: não sei quem inventou que o crente em Deus neste mundo não vai sofrer e vai receber "boquinhas" em provas e coisas desse tipo! Não lemos sobre isso em lugar nenhum das escrituras. O que lemos é que grandes personagens da Bíblia, pessoas que fizeram muitas coisas boas, sofreram muitíssimo, viveram deprimidos, sozinhos, foram abandonados pelo próprio povo, pela própria família, perseguidos, presos. Pessoas como Jeremias, José, Elias, Jonas. As pessoas utilizam vários versículos fora do contexto edistorcidos para afirmar que têm direito a bênçãos.

Da vida de José, observamos coisas importantes sobre o sofrimento. Apesar de ter virado governador do Egito, José passou uns vinte anos sofrendo grandes injustiças e privações. Mas Deus, em sua sabedoria, fez com que José passasse por aquilo tudo NÃO PARA JOSÉ SER REALIZADO PESSOALMENTE, e sim para a subsistência da COLETIVIDADE de Israel (Gn 50, 20)! O próprio José sabia disso! Ou seja, às vezes, só conhecemos os planos de Deus muito tempo depois de eles se cumprirem. Às vezes sofremos porque a conjuntura das coisas exige. Talvez para outra pessoa se dar bem, talvez para nós aprendermos uma lição, talvez para no futuro o mal se transformar em bem. O sofrimento em um relacionamento amoroso, por exemplo, pode fazer uma pessoa desistir de estar em uma relação que só traria dor e desperdício de vida para a pessoa!

O "efeito José" também acontece com ímpios. Lemos na Bíblia (Números cap. 22) sobre a história dos moabitas e midianitas. Encurtando: mulheres midianitas, a mando do rei de Moabe, "sacanearam" o povo de Israel, atraindo um enorme castigo. Deus mandou que o povo combatesse totalmente os midianitas (Nm 31, 2), mas preservou os moabitas, que foram os grandes causadores do problema! Por que isso ocorreu? Uma das boas explicações para isso é: beeeeeem no futuro, do povo de Moabe, surgiria Rute, que abandonou tudo para se unir a sua sogra e ao povo judeu, tornando-se ancestral do rei David!

Não seja tão egoísta! Não só existe você no mundo! Existem 7 bilhões de pessoas. Tenha paciência!


O Salmo 73 discursa sobre a felicidade de muitos ímpios e sofrimento de muitos justos. Por que isso acontece?


"Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios."(versículo 3)
"Quando pensava em entender isto, foi para mim muito doloroso; Até que entrei no santuário de Deus; então entendi eu o fim deles. Certamente tu os puseste em lugares escorregadios; tu os lanças em destruição. Como caem na desolação, quase num momento! Ficam totalmente consumidos de terrores."
(Versículos 16-19)

O autor desse salmo faz uma meditação, após entrar na presença do Senhor, a respeito de por que o justo muitas vezes sofre e o ímpio parece se dar bem. Esse pensamento afligiu diversos personagens bíblicos, e é repetido até hoje por muitas pessoas. É incrível que hoje tenham surgido tantas igrejas pregando que as pessoas têm o "direito" a não sofrerem! Não sei de onde tiram essas coisas!

Mas qual é a resposta para a angústia do salmista? Ele medita e percebe que o mundo material não é tudo. Apesar de os ímpios às vezes parecerem felizes e realizados, seu caminho os leva à perdição. Talvez lá na frente eles quebrem a cara, talvez não tenham recompensa após a morte. Acreditar em paraíso é necessário. É após a morte que acontece a recompensa definitiva! Se formos esperar por uma vida só de felicidades neste mundo, seremos frustrados e fracassados!


"Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações." (Jeremias 17, 10)

Paciência, amigo! Tudo está sendo anotado! 

É claro, não estou fazendo uma apologia a viver condicionado a uma visão céu/inferno! Não é disso que se trata. Eu inclusive penso que devemos fazer o bem PORQUE SIM, e a recompensa virá como consequência. Se não fizermos coisas boas, o mundo não subsistirá, pois cada um estará interessado apenas em seus interesses mesquinhos, e ninguém pensará na comunidade, no bem estar geral. Mas Deus promete recompensa. E essa recompensa não necessariamente vem em nossa vida. Como sabemos disso? Volto a lembrar: os justos sofrem. Muitas vezes os justos sofrem. Vários justos na Bíblia sofreram.

Às vezes devemos até ficarmos felizes quando nos sobrevêm sofrimentos, porque os sofrimentos são expiação para as nossas faltas! O capítulo 26 de levítico, após listar as recompensas que as pessoas DO POVO, coletivamente, receberiam por andar de acordo com os estatutos de Deus e punições por desobedecê-los, deixa claro que chega um momento em que a medida de punição pelos pecados foi cheia, em outras palavras, aconteceu a expiação, ou, em linguagem popular, "pagaram por seus pecados":


מא אַף-אֲנִי, אֵלֵךְ עִמָּם בְּקֶרִי, וְהֵבֵאתִי אֹתָם, בְּאֶרֶץ אֹיְבֵיהֶם; אוֹ-אָז יִכָּנַע, לְבָבָם הֶעָרֵל, וְאָז, יִרְצוּ אֶת-עֲו‍ֹנָם.
"Então confessarão a sua iniquidade, e a iniquidade de seus pais, com as suas transgressões, com que transgrediram contra mim; igualmente confessarão que, por terem andado contrariamente para comigo, eu também andei contrariamente para com eles, e os trouxe para a terra dos seus inimigos. Se então o seu coração incircunciso se humilhar, terão pagado o castigo da sua iniqüidade..." (Levítico 26, 40 - 41).
Não nos recusamos a tomar um remédio com gosto ruim quando sabemos que ele pode curar nossas doenças, não é verdade? Da mesma forma, "há males que vêm para o bem". Outras vezes, por menos que vá te ajudar neste momento te dizer isso, você fez coisas que plantaram o sofrimento que está aí. Em outras palavras, se alguém pratica um crime e depois se arrepende em lágrimas de sangue e até faz reparação, se for possível, para quem prejudicou, ele pode estar limpinho como uma bolinha de algodão diante do Juíz de toda a Terra, mas isso não o impedirá de pagar judicialmente pelo seu crime!

Não há nada que diga que pessoas que têm um relacionamento com Deus não vão se frustrar, sofrer, ou mesmo passar por problemas muito sérios. Devemos saber disso! Não vamos nos iludir, pessoal, que se iludir é pior! Se você está sofrendo, tenho uma boa notícia para você: NÃO PENSE QUE DEUS TE ABANDONOU! ISSO NÃO ACONTECEU! Talvez você esteja passando por uma noite escura, após a qual o sol vai brilhar ainda mais forte para você! Converse com as pessoas que se importam com você, procure hábitos que te façam bem! Não procure mais sofrimento do que você já sente! Sorria no momento da dor. É a vida que temos. Exagerar a dor é negar que ela pode ser curada depois, e você voltar à felicidade de sua juventude! Se precisar, não pense duas vezes antes de buscar ajuda profissional. Nossa mente precisa de saúde, assim como nosso corpo.

Nada te impede de orar a Deus, apesar de saber que o sofrimento muitas vezes é importante aos olhos do Criador. Ele é um pai amoroso que sempre ouve TODAS as orações e súplicas que lhe são dirigidas. Isso vai te ajudar a desabafar, a sentir um enorme peso sair de sobre seus ombros: você se sentirá em paz com Deus!

O sofrimento vem para todos. Saiba lidar com ele.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário