sexta-feira, 6 de maio de 2016

Pequena Compilação de "PALAVRINHAS DIFERENTES" do Antigo Testamento

PEQUENA COMPILAÇÃO DE “PALAVRINHAS DIFERENTES” DO ANTIGO TESTAMENTO


ABRIR OS OLHOS: A expressão é usada para um PROFETA (ver), que não estava vendo o que deveria; (II Rs 3,17). Também é uma expressão idiomática, significando “prestar atenção”, ver com sagacidade.

ADORAR: Existem duas palavras hebraicas traduzidas como “adoração”: a primeira é `avodá (עבודה) e significa serviço. A palavra é frequentemente usada para os sacrifícios do Templo (ver), e, posteriormente, para a oração. A segunda é hishtahawaiá (השתחויה) e significa unicamente se prostrar, deitar todo o corpo no chão, como forma de culto ou como costume antigo feito diante dos reis.

AMADO DA ALMA: É uma expressão idiomática que significa apenas a pessoa amada.

ATRAVESSAR O MAR: Episódio acontecido quando as pessoas do povo de Israel precisavam atravessar o mar para não serem mortas pelos egípcios. (Ex 14, 22)

BABILÔNIA: Nome de uma cidade ou civilização antiga, situada na região que hoje é o Iraque. Babilônia em si não significa uma coisa boa nem ruim, é só uma região geográfica.

BATALHA: Guerra entre povos INIMIGOS (ver).

BÊNÇÃO: O povo de ISRAEL (ver) COLETIVAMENTE receberia bênçãos se guardasse as leis de Moisés (Dt 28, 1ss). Isso não significa que todas as pessoas têm direito a não sofrer e a serem abençoadas. Muitos personagens bíblicos sofreram (ex.: Jeremias, Moisés).

CASA DE DEUS: Ver TEMPLO.

CONQUISTAR: O personagem bíblico Josué tinha que, com seu exército, expulsar sete povos da região onde os israelitas deveriam morar. Conquistar a terra foi uma árdua tarefa, que demorou muito tempo, e restaram muitos sobreviventes (Js e Jz). Ver BÊNÇÃO.

CURA: São poucas as curas ocorridas no Antigo Testamento. A maioria dos milagres extraordinários ocorreram pelas mãos de Elias e Eliseu. Milagres não eram exclusividade de HOMENS DE DEUS (Ver). Os magos do Egito fizeram coisas sobrenaturais (Ex 8,7).

DEVORADOR: Espécie de gafanhoto. Os gafanhotos são uma praga terrível sobre as plantações.

DÍZIMO: Nunca existiu uma lei dizendo que o israelita deve dar 10% de seu dinheiro para algum líder religioso. Havia sim vários tributos diferentes, dados pelos israelitas que tinham bens (gado e colheitas) para os sacerdotes, pobres etc., inclusive doações que o próprio dizimista comia. Todos esses tributos eram dados em Jerusalém, nas épocas da peregrinação (Dt 14, 23-29).

EIS: Palavra do português antigo que significa “aqui está”. A tradução bíblica de João Ferreira de Almeida foi realizada no século XVII.

FARAÓ - Rei do Egito.

FÉ: Má tradução. Não existe esse conceito no Antigo Testamento. Hb 2, 4 diz “o justo viverá pela FIDELIDADE”.

HOMEM DE DEUS: Ver PROFETA

INIMIGO: Ser humano inimigo (Jó 13, 24); adversário militar do povo de ISRAEL (ver).

ISAQUE: Filho de Abraão

ISRAEL: Outro nome do personagem Jacó, filho de Isaque, neto de Abraão. Os povos antigos tinham nomes de um ancestral. Israel é o povo descendente de Israel/Jacó. Jacó teve 12 filhos, que se tornaram as 12 tribos de Israel. Existem profecias positivas e negativas para Israel, dependendo se ele guarda ou não os mandamentos da Lei de Moisés. Não existe “Israel espiritual”.

JÁ, Deus de: Transliteração de um dos nomes hebraicos de Deus (יה). Não tem nada a ver com a palavra portuguesa “já”, que significa “agora”.

JUSTO: Pessoa que não faz coisas erradas, e sim faz o bem. Não existe justo por magia ou pronúncia de nomes. As pessoas são julgadas de acordo com suas obras (Jr 17, 10).

LEVANTAR OS OLHOS: Olhar ao longe.

LEVITA: Pessoa descendente de Levi, filho de Jacó, bisneto de Abraão. Portanto, os levitas são parte da tribo de Levi. Uma pessoa é levita se sua mãe for israelita e seu pai for levita.

LOUVAR: Palavra em português que significa elogiar, agradecer, bendizer. Ex.: “A professora louvou o comportamento de seu aluno”.

MENINA DOS OLHOS: Em português, pupila, parte do olho. Não tem a ver com “menina por quem se é apaixonado”.

OBRA DE DEUS: Criação de Deus (Gn 2,2); qualquer coisa vinda da influência de Deus.

PALAVRA: Mensagem de um PROFETA (ver). Em hebraico, a palavra assim traduzida também significa "coisa".


PISAR NA CABEÇA DA SERPENTE: Sinal de inimizade entre os seres humanos e as serpentes (Gn 3, 15).

PROFETA: Homem distinto em sua geração que tinha visões em sonhos ou em transes durante o dia. O profeta se estremecia e sofria em sua saúde. Moisés era o único profeta que podia receber a profecia sem ser nessas condições (Nm 12, 6-7). O profeta transmitia mensagens de Deus. Apenas uma pequena parcela das palavras dos profetas era relacionada a coisas futuras, como forma de advertência para que o povo não pecasse, ou consolações para o povo sofrido. Também havia falsos profetas, que sentiam coisas em seus corações e ousavam dizer que era Deus falando.  

PROVA: Teste. Nem tudo que acontece no plano da natureza é uma prova.

RECONSTRUIR: Quando Jerusalém estava destruída, os personagens Esdras e Neemias precisavam RESTAURAR os muros e as construções.

RESTAURAR: ver RECONSTRUIR.

SERVO: Escravo. Esta palavra também é usada para designar a pessoa que ADORA (ver) um deus.

SONHO: O personagem bíblico José tinha sonhos e sabia interpretá-los. Os sonhos não são claros e possuem detalhes inverossímeis. Deus não tem sonhos.

TEMPLO: Casa construída em um lugar FIXADO na cidade de Jerusalém, destinado a sacrifícios e outros rituais para ADORAR (ver) o Deus de Israel. O Templo foi destruído pela última vez no ano 70 d.e.c.

UNÇÃO: Ritual usado no mundo antigo para dar uma distinção a reis e sacerdotes. A unção se fazia apenas nesses casos, derramando-se óleo precioso sobre a cabeça da pessoa. Não existe unção espiritual.

UNGIDO DO SENHOR: Rei de ISRAEL (ver). Ver UNÇÃO.

VARÃO: Em português, homem.

VESTES: Em português, roupas.

VITÓRIA: Ver BÊNÇÃO, CONQUISTA e CURA.