quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Sucot (festa das cabanas) 2015 - Instruções para principiantes


PRÓXIMA COMEMORAÇÃO:
סוכות - SUCOT - (TABERNÁCULOS OU CABANAS)

Danilo Almeida Pinheiro's photo.
.
a) Datas:
* 27 de setembro de 2015 (domingo): véspera
* 28 (segunda-feira): 1º dia
* 29 (terça-feira): 2º dia
* 30 de set. a 3 de out.: dias intermediários (hol hamo'ed)
* 4 de outubro (domingo): 7º dia 
* 5 de outubro (segunda): chemini 'assêret (8º dia)
* 6 de outubro (terça): simhat Torá.
.
b) Práticas
* Construir com antecedência a sucá (cabana), procurar as instruções em um livro ou site judaico confiável ( http://www.pt.chabad.org/…/754…/jewish/A-Construo-da-Suc.htm ). Deve-se "morar na sucá", o que significa, no mínimo, fazer refeições sob a mesma.
.
* Se velas forem acesas, não se deve dizer bênção, ao contrário do costume comum
.
* Na véspera e na noite do primeiro dia e em chemini ‘assêret faz-se o quiduch (preferencialmente na sucá). Texto: 
Bendito sejas, Adonai, nosso Deus, rei do Universo, criador do fruto da videira.
.
Bendito sejas, Adonai, nosso Deus, que nos escolheste dentre todos os povos, nos exaltaste acima de todas as línguas e nos santificaste com teus mandamentos. E Tu nos tens dado com amor, ó Adonai, nosso Deus, tempos fixados para alegria festas e estações de regozijo; este dia (EM CHEMINI ‘ASSÊRET E SIMHAT TORÁ: festivo de chemini ‘assêret, época de nossa alegria) festivo de sucot, época de nossa alegria ,dia festivo de santa convocação, em memória da saída do Egito. Porque Tu nos escolheste e nos santificaste dentre todos os povos, e as Tuas festas sagradas, com alegria e júbilo nos deste como herança. Bendito sejas, Adonai, que santificas Israel e as festas.

(Se debaixo da sucá:) Bendito és, Adonai, nosso Deus, rei do Universo, que nos santificas com Teus mandamentos e nos ordenas sentar na sucá.
Bendito És, Adonai, nosso Deus, rei do Universo, que nos dás vida, nos sustentas e nos tem trazido a esse tempo. 
.
* Em todos os dias de sucot, exceto em CHabat , agita-se o lulab (comumente: lulav, que é um conjunto de quatro vegetais: lulab, etrog, hadassim e arabot, incomuns no Brasil). Antes, abençoa-se: 
Bendito És, Adonai, nosso Deus, rei do Universo, que nos santificas com Teus mandamentos e nos ordenas acerca de levantar o lulab.
.
*O primeiro dia e Chemini ‘assêret têm o status de iom tob, ou seja: dias santos, quase como o chabat, com proibições de trabalhos específicas.
.
* Leituras: ver Torá, haftarot especiais.
.
* Em simhat Torá, que na verdade é o segundo dia adicional de chemini’assêret na diáspora, conclui-se, na sinagoga, a leitura da Torá e recomeça-se por berechit. (todos os feriados judaicos, menos iom kipur, têm um segundo dia na diáspora, por motivos históricos de dúvidas)
.
c) Saudação:
חג סוכות שמח - Hag sucot samêah (Feliz festa das cabanas)

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

IOM KIPUR (DIA DO PERDÃO) 2015: INSTRUÇÕES

PRÓXIMA COMEMORAÇÃO:
יום כפור - IOM KIPUR (O DIA DO PERDÃO)



a) Data:
Véspera: 22 de setembro de 2015 (Terça-feira)
Dia: 23 de setembro de 2015 (Quarta)

b) Práticas:
Na véspera, é costume acender velas, mas não é correto dizer bênção. Diz-se Cheheheiânu: "Bendito És, Adonai, nosso Deus, Rei do Universo, que nos dás vida, nos manténs e nos fazes chegar a este tempo".
É feito o jejum absoluto de 24 horas, sendo proibido comer e beber água, lavar-se (a não ser por higiene), passar óleos ou cremes, usar sapatos de couro e ter relações conjugais.
É um dia de completo arrependimento, meditação e CONFISSÃO DE NOSSOS PECADOS. É muito apropriado fazer atos de caridade nos dias entre Roch hachaná e iom kipur. As orações do dia podem ser encontradas neste PDF:

c) Saudação:
Guemar hatimá tová! (גמר חתימה טובה ) - Que sejas selado para o bem!*
Som cal! (צום קל ) - Que tenhas um jejum fácil!
_____________
* De acordo com a tradição judaica, Deus julga todas as pessoas em Roch hachaná, decretando se merecem ou não viver um ano mais. Às pessoas que não são tão boas nem tão más, o "selar" da sentença é adiado para depois do Iom Kippur, quando terão a chance de se arrependerem.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Tanakh e Política: qual deve ser nossa posição?

Pergunta: Uma pessoa que diz seguir os ensinamentos da Bíblia pode estar totalmente alheia à política deste mundo, ou mais que isso: pode votar e/ou defender partidos que espalham corrupção?


Muitas pessoas que dizem seguir a Bíblia em todos os assuntos não se envolvem em política, porque dizem que a religião tem a ver com assuntos "espirituais", "do outro mundo", e não deste. Alguns chegam a defender partidos que são CONTRÁRIOS à ideologia de sua fé, partidos sutilmente perseguidores de sua religião, numa aceitação do caos no país, alegando que política é política, religião é religião. Muito bem. Neste breve artigo, darei minha opinião sobre o tema.

Pra começo de conversa, quem crê em Deus não pode fazer abstração de Deus em outros assuntos! Uma pessoa não pode adorar a Deus e querer que o mundo rode na posição contrária à Sua vontade. Isso é hipocrisia! Eu posso respeitar as religiões que acreditam que o fim desse mundo é um apocalipse caótico, mas ISSO NÃO SIGNIFICA que podemos ficar de braços cruzados como se este fosse um mundo abandonado por Deus!! Como provo isso pela Bíblia? Vejamos:


Qual foi o propósito primeiro que levou à aliança entre Deus e Abraão, o  "pai na fé" das grandes religiões?



Visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra? Porque eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agir com justiça e juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado. (Gênesis 18, 18-19)

Na leitura em português perdemos muitos sentidos originais das palavras. A palavra "justiça", contida no texto, diz-se, em hebraico צדקה  (sedaqá), que na verdade significa JUSTIÇA SOCIAL, FAZER O BEM, ALIMENTAR OS FAMINTOS! Por exemplo, vejamos Salmo 10, 18:

Para fazer justiça ao órfão e ao oprimido, a fim de que o homem da terra não prossiga mais em usar da violência.

De fato, a palavra  צדקה , atualmente transliterada e pronunciada como "tzedaká", é usada no hebraico até hoje para denotar os atos de "caridade" e esmola, que na verdade são visto como ações de justiça. Deus dá recursos para todos, mas cabe a nós organizarmos esses recursos e "não endurecermos o coração nem fecharmos a mão ao nosso irmão pobre" (Dt 15, 7).

E é claro que os atos de justiça social não são unicamente dever dos indivíduos, mas também o são do Estado. Nos profetas o que mais vemos são reprovações veementes às transgressões contra a justiça social praticadas pelo povo em geral, pelo Estado (exemplos: Is 1, 17; Ez 22, 29; Jr 22, 3). Assim, vemos que um dos principais motivos para a existência da aliança entre Deus e o homem, um dos fundamentos da Torá é a justiça social, leis justas, que organizavam a sociedade. Os profetas nos ensinam que o que Deus quer não são bajulações, sacrifícios, rituais vazios, e sim transformação, fazer o bem! Veja estes surpreendentes versículos, do profeta Miquéias:

Agradar-se-á o Senhor de milhares de carneiros, ou de dez mil ribeiros de azeite? Darei o meu primogênito pela minha transgressão, o fruto do meu ventre pelo pecado da minha alma? Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus?( Miquéias 6, 7-8).

A Revelação de Deus é apenas no sentido "espiritual" e nunca "temporal"?


Não sei de onde tiraram isso. As leis do chamado Antigo Testamento não são "celestiais", "espirituais", "angelicais", são LEIS PARA ESTE MUNDO! "Esta lei não está nos céus", como diz o Deuteronômio (30, 12). São leis tão justas e inteligentes que as pessoas de outras nações admiram:

Guardai-os pois, e cumpri-os, porque isso será a vossa sabedoria e o vosso entendimento perante os olhos dos povos, que ouvirão todos estes estatutos, e dirão: Este grande povo é nação sábia e entendida. (Deuteronômio 4,6)

Ora, se são leis que os outros povos, idólatras, poderiam entender e, portanto, considerar o povo de Israel sábio e entendido, são leis racionais, para ESTE MUNDO! Perceba que na Torá há leis de construção civil (construir um parapeito no teto das casas: Dt 22, 8), leis que regulam o comércio (Deut. 25, 15), leis para o bem-estar e preservação dos animais (Êx 22, 4; Dt 22, 6; v. 10), leis judiciárias, leis sanitárias, feriados nacionais, etc. 

E também tem, claro, leis políticas! Deuteronômio 17, 15 prevê o estabelecimento de um rei para Israel: É UM MANDAMENTO! Não é apenas permissividade. O fato de Deus ter "sido ofendido" quando o povo pediu um rei (relato de I Samuel 8), é que o que OS LEVOU A PEDIR foi "para sermos como todas as nações" (v.5). Como os rabinos percebem, a intenção era errada, não a decisão de estabelecer um rei. Pergunta: se a Bíblia previa até mesmo questões políticas, como podem alguns dizer que devemos ser alheios às leis e à política do mundo?

Que dizer de governos que põem obstáculos às liberdades?

A liberdade é o maior ideal da Torá. Antes de Deus revelar a Torá, o povo de Israel precisou libertar-se dos grilhões. De outro modo, não valeria a pena ter leis. Em vários textos da Torá somos ordenados a lembrar TODOS OS DIAS nossa condição de escravos no Egito, para dar valor a nossa liberdade, celebrando semanalmente o sábado e anualmente festas que relembram os momentos do Êxodo. Sabendo disso, é INACEITÁVEL que o fiel do Deus Único vote em partidos comunistas/socialistas, e, a nível municipal, em políticos que atentam à liberdade dos cidadãos, dificultando a emancipação das pessoas e mantendo-as dependentes. Em uma palavra, a velha prática do coronelismo. Lembrando que em circunstâncias de imposição, em que não se tem a liberdade, não há culpa. Não há culpabilidade em quem age sob uma situação de coerção. Entre dois candidatos: um mais ou menos anti-liberdade e outro um ditador atroz, penso que devemos votar no primeiro, para não permitir que o pior assuma.


Conclusão

Ex- presidente Lula e o antissemita islâmico radical Mahmoud
Ahmadinejad, que quer "Varrer Israel do mapa"
Amigos, que tal pararmos de pensar tanto em nossa "salvação", em condenar severamente a religião alheia, em procurar entender coisinhas pequenas da teologia e passamos a pensar um pouquinho NESTE MUNDO¹ ? O que podemos fazer por ele? Como podemos promover a justiça social aqui e agora? Imagine se os profetas da Bìblia vivessem em nossos dias, o que eles iam dizer a respeito de nós votarmos em candidatos corruptos, que sobrecarregam o povo com impostos, que nadam em ouro e diamantes, que APOIAM DITADURAS OPRESSORAS E ASSASSINAS em Cuba, Venezuela e no Oriente Médio? O que dizer de políticos que andam de braços dados com o presidente da Venezuela, responsável pela fome, censura e sofrimento das pessoas de seu país² ? Amigo, não podemos concordar com isso! Não podemos nos dizer servos de Deus, do mesmo Deus citado nos versículos acima, e compactuar com COMUNISMO, SOCIALISMO, falta de liberdade, sofrimento das pessoas pobres! Como é que você diz que orienta-se por valores bíblicos e defende um Estado opressor e cruel? Isso não está certo!

Dilma e Nicolás Maduro, responsável pela fome de seu
povo, segurando quadro de Chavez, ditador populista que
disse "maldito seja o Estado de Israel!" 
Se você orienta-se realmente por valores de Deus, não há coerência em não se envolver na política desse mundo, deixar o mundo nas mãos dos piores, fazendo com que o nosso irmão não receba sua JUSTIÇA, nem muito menos de votar nos piores, colocando-os no poder, com a desculpa que "política é política, religião é outra coisa"! Errado! Se Deus é a coisa mais importante em nossas vidas, por que deixá-lo de lado para ser "do contra", parecer intelectual e se dar bem com professores socialistas? Não é uma atitude coerente e justa.

Bem, essa é minha opinião sobre o tema.

"Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!" -- Isaías 5,20 

_______________________________________________

¹          Veja a importância dada pelos sábios ao cumprimento das leis que dão resultado NESTE MUNDO, em contraste com as religiões que só se preocupam com o pós-vida: "Uma hora de boas obras neste mundo é superior a todo o mundo vindouro!" (Talmud, abot 4, 22)

² http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/venezuela-crise-e-escassez-fazem-roubos-de-alimentos-dispararem/

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

ROCH HACHANÁ 2015: Guia Prático Para Iniciantes

Danilo Almeida Pinheiro's photo.

ראש השנה - ROCH HACHANÁ (ANO NOVO JUDAICO)
GUIA PRÁTICO PARA INICIANTES



1. Datas:

Véspera: 13 de setembro de 2015 (domingo)
Primeiro dia: 14 de setembro de 2015 (segunda)
Segundo dia: 15 de setembro de 2015 (terça)

2. Práticas:

Véspera:


a) É costume acender uma ou duas velas. Sem bênção. Diz-se a bênção cheheheiânu: "Bendito és Tu, Adonai, nosso Deus, rei do universo, que nos deste vida, nos mantiveste e nos fizeste chegar a este tempo".

b) Após isso, diz-se o quiduch (santificação): pega-se uma taça de vinho ou suco de uva e diz-se antes de beber:

Bendito és Tu, Adonai, nosso Deus, rei do Universo, criador do fruto da videira.
Bendito sejas Tu, Adonai, nosso Deus, Rei do Universo, que nos escolheste dentre todos os povos, nos elevaste acima de todas as nações e nos santificaste com Teus mandamentos. E Tu nos tens dado com amor, este dia de recordação, um dia festivo de convocação santa em memória do Êxodo do Egito. Pois nos escolheste e nos santificaste sobre todos os povos; e Tua palavra, nosso Rei, é verdadeira e estabelecida para sempre, Bendito sejas Tu, Adonai, Rei de toda a Terra que santificas Israel e o Dia da Recordação.


Manhã do primeiro dia:

Ouve-se o chofar. Quem não tiver chofar nem puder ouvir de alguém que o tenha tocando CORRETAMENTE pode ouvir o toque gravado, sem recitar nenhuma bênção. Quem tiver como ouvir de acordo com a lei, recita antes: Bendito És Tu, Adonai, nosso Deus, Rei do Universo, que com os teus mandamentos nos santificas, e nos ordenas ouvir o som do chofar. 


Lê-se e estuda-se Gênesis 22, 1- 34 (Torá da sêfer: p. 51), Números 29, 1-6 (p. 478) e I Samuel 1,1 - 2, 10 (p. 624).

Noite do primeiro dia: repete-se o quiduch, só o ponto "b" acima.


Manhã do segundo dia:

Ouve-se o chofar (ver acima).

LÊ-se e estuda-se Gênesis 22, 1- 24 (p. 51) Números 29, 1-6 (p. 478) e Jeremias 31, 1- 19

3. COSTUMES OPCIONAIS PARA A FESTA: 

Comer no jantar da véspera coisas doces e simbólicas, como maçã com mel, pedindo "Seja de tua vontade, Senhor Deus, que este ano seja doce como o mel"; usar roupas brancas (observação importante: esses costumes não podem ser feitos com superstição, apesar de, lamentavelmente, muitos judeus fazerem), praticar o "tachlikh" (jogar coisas nas águas. Qualquer site judaico, como "beit chabad", explica o procedimento).

שנה טובה ומתוקה - CHANÁ TOBÁ UMTUQÁ! (bom ano e doce!)