quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Não Há Lugar na Bíblia para a Crença num Diabo!



O cristianismo baseado em suas fontes prega que existe um reino cujo objetivo é opor-se diretamente a Deus e aos seres humanos. Esse reino, segundo a terminologia cristã, é comandado por Satanás (o diabo ou lúcifer) e seus anjos. Nada fez parte da cultura popular medieval e contemporânea que o medo do diabo. Superstições envolvendo inclusive falar a respeito dessa figura são comuns em praticamente todos os lugares do mundo. É verdade que a Bíblia fala em Satanás (hebraico: satan). Mas, será que esse personagem é realmente o inimigo de Deus e de seus servos?

Afirmamos que é completamente errado admitir a crença em um arquiinimigo de Deus! Por quê? Porque isso é contra a crença de que Deus é criador e mantenedor! Dizer que há um reino que se opõe a Deus e que esse último só vencerá nos últimos momentos do segundo tempo não bate bem com a crença do Antigo Testamento, segundo o qual Deus é soberano, e não admite outros deuses diante dele! Acreditar num diabo é dualismo! Essas crenças se originam em pensamentos antigos pagãos, o zoroastrismo, por exemplo, que pregava a existência de duas forças antagônicas em eterna luta. Quem cria o mal, é Deus ou um diabo? Vejamos o que a Bíblia diz:

  • Prov. 16,4 – Tudo foi criado para alcançar os propósitos divinos, INCLUSIVE O INÍQUO.
  • ISam. 2,7 – Deus empobrece e enriquece; eleva e rebaixa.
  • Isa.  45,5-7 – Sou Deus e NÃO HÁ OUTRO. Crio a luz e as trevas, faço A PAZ E O MAL. SOU EU QUEM TUDO FAZ!
  • ISam. 16,14 – Mau espírito de proveniência divina atormenta Saul.
  • IICron. 18,18-22 – Espíritos diante de Deus; Deus manda espírito mau para satisfazer Seus propósitos.
  • Jó 2,1-2 – Satanás no espaço dos anjos divinos.
  • IICron. 21,1 cp IISam. 24,1 – Quem incitou a David para fazer a contagem do povo: Deus ou o Satan? Ou seria o satan um agente de Deus?
  • Lam. 3, 37 - QUE DECRETOS SÃO CUMPRIDOS A NÃO SER POR DETERMINAÇÃO DO SENHOR? NÃO É POR SUA ORDEM QUE OCORREM O BEM E O MAL?

Então, onde fica o anjo opositor de Deus, sendo que esse último só faria o bem? Claro que eles citarão textos onde o Satan aparece como opositor no julgamento do sacerdote Yehoshua, ou no caso de Job, ou que o próprio nome Satan significa “opositor”. Mas não se apercebem que a bíblia fala na linguagem humana. Nenhum homem sabe as profundezas de Deus. Cabe falar dos anjos, profecias e espíritos em termos de “bons” e “maus”! Ora, todo julgamento justo tem advogados de defesa e acusadores! Conclusão: No Antigo Testamento, o Satanás é mero agente de juízo de deus. Os textos proféticos onde líderes de nações ou as próprias nações estavam nas alturas, no jardim do Éden, ou coisa parecida, falam em provérbios ou linguagem figurada: "Você, ó rei, estava lá em cima e agora desceu completamente". O texto não sai de seu foco, como pregam os que ironicamente insistem em defender o texto com seu contexto. Lamentações 2, 1 fala que a glória de Israel caiu dos céus à terra, e nem por isso a glória de Israel é "Lúcifer".

Os “filhos de deus” do gênesis são “filhos dos poderosos”, filhos de pessoas influentes. Pois a palavra hebraica “elohim” também é usada para “juízes” e “poderosos” em vários lugares da bíblia. Quem traduziu o fez por desconhecimento do hebraico combinado com crenças pessoais. Os “nefilins” são os próprios poderosos, não “gigantes” ou “anjos caídos”, frutos de relacionamento sexual entre anjos e humanas. A serpente de gênesis 3 é só uma serpente, trata-se de uma fábula com sentido profundo, e é claro que não é literal, pelo simples fato de serpentes não falarem. Anjos não têm livre arbítrio nem natureza semelhante à humana*. Anjos são formas que Deus usa para interferir na natureza. Os anjos rebelando-se seria como um lápis, criado pelo homem para escrever, fugisse de sua mão enquanto ele escreve, rebelando-se. Deus é sempre superior!

Está exposta mais uma distorção do Novo Testamento!
________________________________________________
*Sobre visões de anjos: O judaísmo acredita que sempre que a bíblia fala de que alguém viu um anjo, ouviu sua voz, ou parece dizer que o próprio Deus manifestou-se, trata-se de visão profética, sentido não literal. Ver Guia dos Perplexos, tomo segundo, Cap. 42

10 comentários:

  1. é claro que existe o diabo! foi o anjo caído lúcifer ,é só ler no gênesis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em gênesis não há nem o nome Lúcifer, nem há anjo caído. "É só ler", repetindo suas palavras.

      Excluir
  2. e também tive minha própria experiência!já senti um braço invisível pegando no meu,estava eu em minha cama de noitinha,já senti a presença maligna,é horrível e arrepia todo o corpo,clamei o sangue de Jesus tem poder e o demo foi embora!

    ResponderExcluir
  3. Sobre visões de anjos: é só ler lá no antigo testamento que Abraão recepcionou anjos e mandou a Sara fazer bolos!ora,se eles não são reais porque Abraão mandou a mulher fazer comida para eles comerem?? anjos,meu caro,são tão reais quanto Deus e Jesus ressuscitado,mais reais do que eu e vc.Na paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eram visões. Uma visão é real, mas na cabeça do profeta. Você já viu uma jumenta falar? Balaão viu... em visão! Claro que anjos são reais, mas isso não significa que são visíveis e palpáveis.

      Excluir
  4. Leia lá no Antigo Testamento,gênesis,depois que Adão e eva pecaram,falharam no teste de obediência de Deus,que foi prometido por Deus um descendente da mulher(Eva) que esmagaria a cabeça da serpente(que representa o demo,satan) ! e se cumpriu quando Jesus(o messias)morreu na cruz e ressuscitou para resgatar a humanidade,os descendentes de Adão e eva.Jesus foi ressuscitado por Deus porque foi o cordeiro sem defeito oferecido como sacrifício para o resgate de muitos mortos nos próprios pecados!Quando Jesus ressuscitou Ele esmagou a cabeça da serpente(satan) !!!!! Glória a Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está totalmente equivocado. O versículo em gênesis 3 não é uma profecia ou promessa. É o anúncio que a descendência da mulher (seres humanos) e a descendência da serpente (serpentes) seriam inimigas. Os homens pisam a cabeça das serpentes, e essas lhes mordem o calcanhar. Se fossem Jesus e o diabo, quando Jesus "pisasse na cabeça do diabo", este último terminaria vencendo, mordendo o calcanhar.

      Excluir
    2. A serpente na liturgia semítica representa o pecado do homem

      Excluir
  5. Muito bom, adorei essa explicação, está muito claro, é só as pessoas lerem a bíblia da maneira correta que irão ver que esse negocio de diabo e jesus nunca vieram a existir, mas cada um com seu cada um, quem sou eu ou qualquer pessoa para dizer que o outro está errado. Shalom.

    ResponderExcluir
  6. O grande mistério é esse:o nome verdadeiro do Criador que foi retirado dá das atuais traduções das Bíblias, sendo que,o Tanach ou Torah, que é a antiga e sagrada escritura manteve,e,o porquê,o filho do Criador, passado por esse plano que foi aqui na Terra, sendo essas em Israel, não ser Judeu,e sendo quê,um nome pessoal, sendo ele transliterado para outras linguagens nunca terem a pronúncia do mesmo sentido e som fonal que é soado o nome do filho do Criador?Um nome ele é um pronome de tratamento,e nunca pode ser mudado,e sim transliterado, que é totalmente diferente.Jesus Cristo não é um nome judeu,e o nome Deus, não é o nome do Criador! Então, por que retiraram o nome verdadeiro que lá está nas sagradas escrituras ainda do tempo de Moisés???

    ResponderExcluir